Número do Título de Eleitor por CPF

Logo abaixo vamos mostrar como consultar o número do título de eleitor por CPF. Além disso, também iremos informar o que é necessário para votar, a data e a hora das eleições desse ano devido a pandemia do novo Corona Vírus, entre outros.

É muito importante ficar atento a todas as informações relacionadas a votação, principalmente nesse ano de 2020 que houve algumas alterações em relação as eleições devido a pandemia do novo corona vírus, e logo abaixo vamos mostrar quais são elas.

No site oficial do Tribunal Superior Eleitoral o TSE, o eleitor consegue consultar de maneira simples dados referentes ao número do título de eleitor. Para não ficar com dúvidas e nem ter surpresas no dia da votação, veja logo abaixo como consultar o número do título de eleitor sem precisar sair de casa.

É bem provável que o número do título de eleitor fuja do nosso controle, até mesmo porque são tantos números relacionados ao nosso nome, chaves de acesso, que tudo pode acabar confundindo. Um dos números que muitas pessoa esquecem é o número do título de eleitor, pois como se usa pouco, mesmo sendo obrigatório votar, tem como fazer isso sem o documento em mãos.

Qual o número do título de eleitor

Tem como ter acesso ao número do título de eleitor e endereço da zona eleitoral pelo site do TRE. Para isso é preciso ter em mãos os seguintes dados e documentos: data de nascimento, título de eleitor ou CPF, nome completo da mãe. Veja agora o passo a passo de como acessar e preencher os dados no site do TSE para descobrir o seu número do título de eleitor:

Consultar número do título de eleitor online

Tem como descobrir o número do título de eleitor por cpf

Sim, como podemos ver no passo a passo mostrado acima tem como descobrir sim o número do título de eleitor pelo CPF, usando o site oficial do TSE. Outro jeito de obter dados sobre o seu título de eleitor é pelo aplicativo e-Título, que é uma versão digital do título de eleitor que contém todos os dados sobre a votação, como o local, seção eleitoral, número do título, entre outros dados.

O bom é que esse aplicativo pode ser baixado de maneira gratuita em dispositivos móveis nas lojas virtuais da App Store e Google Play Store. Além disso, o e-Título serve também como documento de identificação do eleitor, caso ele já tenha feito o recadastramento biométrico. Pois, a versão digital vai ser baixada com foto, o que dispensa a apresentação de outro documento de identificação na hora da votação.

Porém, caso o eleitor ainda não tenha feito o recadastramento biométrico ele pode instalar também o e-Título para obter outras informações, como o local onde ele vota, e outros, mas é necessário apresentar um documento oficial com foto no dia da votação. Além disso, o eleitor também pode ir ao cartório eleitoral mais próximo da usa residência, ou ao TRE de seu estado para obter essa informação.

O que é necessário para votar?

No dia da votação é preciso que o eleitor leve um documento oficial com foto, que pode ser carteira de identidade, carteira nacional de habilitação, carteira de categoria profissional reconhecida por lei, passaporte, carteira de trabalho ou então certificado de reservista.

É necessário também levar o seu título de eleitor, pois nele conta informações importantes sobre a zona e a seção eleitoral. Mas, se preferir você pode instalar o aplicativo e-Título. Saiba que as certidões de casamento e de nascimento não valem como prova de identidade na hora da votação.

Data e hora das Eleições 2020

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral o TSE, ministro Luís Roberto Barroso, decidiu há uns dias atrás ampliar o horário de votação nas Eleições Municipais desse ano de 2020 em uma hora a mais devido a pandemia da Covid-19. O intuito é garantir mais tempo para que os eleitores votem com segurança e para tentar reduzir as possibilidades de aglomeração nos locais de votação.

Dessa maneira, os quase 148 milhões de eleitores brasileiros aptos a participar do pleito poderão ir às urnas das 7h às 17h no primeiro turno, que está marcado para acontecer no dia 15 de novembro, e, onde for necessário, no segundo turno, marcado para o dia 29 de novembro.

Esse novo horário foi definido depois de análise de estatísticos do tribunal e avaliação de uma consultoria técnica, formada por especialistas do IMPA que é o Instituto de Matemática Pura e Aplicada, Fiocruz, Insper e Universidade de São Paulo a USP.

Além disso, o TSE definiu também, por orientação da consultoria sanitária formada pela Fiocruz, Hospital Albert Einstein e Hospital Sírio Libanês, que vai haver horário de votação preferencial de 7h às 10h para pessoas acima de 60 anos de idade, que fazem parte do grupo de risco do novo corona vírus.

Portanto, para resumir, o primeiro turno das eleições vai acontecer no dia 15 de novembro, e nas cidades em que houver segundo turno, a data é dia 29 de novembro. O horário de votação foi ampliado devido a pandemia da Covid-19. Dessa maneira, os eleitores poderão comparecer às urnas de 7h à 17h, lembrando que o horário entre 7h e 10h é preferencial para pessoas acima de 60 anos de idade.

Lembrando que o voto é obrigatório para brasileiros entre 18 e 70 anos de idade, e facultativo para analfabetos e jovens entre 16 e 18 anos de idade. No dia da votação, não esqueça de levar o número do seu candidato anotado, um documento oficial com foto e também o seu título de eleitor, pios nele constam informações importantes como a zona e a seção eleitoral.

Agora, caso prefira você pode instalar no seu celular o aplicativo e-Título. Não se esqueça que é a sua cidade que está em jogo, por isso vote consciente.

2 comentários em “Número do Título de Eleitor por CPF”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *