Como Bloquear Ligações Indesejadas (Bloqueio)

Seu celular tocou, e o DDD era muito distante, ou ainda, tratava-se de uma ligação para oferecer produtos/serviços de operadoras telefônicas? Infelizmente, isso tem incomodado muitas pessoas!

As ligações indesejadas são inúmeras durante um único dia, e além do estresse gerado, podem lhe fazer perder muito tempo. Neste artigo, aprenda a bloquear este incômodo de uma forma extremamente simples e prática!

Está sendo incomodado o dia todo por operadores de telemarketing, que estão lhe oferecendo serviços que não lhe interessam? Pois, saiba que é possível bloquear estas chamadas.

Visando atender esta demanda, criou-se o site “Não Me Perturbe”, onde você pode cadastrar o telefone em questão (que está sendo perturbado), e escolher quais ligações não deseja receber.

Como bloquear chamadas indesejadas?

Fazer isso é muito mais fácil do que você imagina. Confira:

  • Acesse o site “Não me Perturbe”;
  • Dirija-se a opção “Solicitar bloqueio”;
  • Faça o cadastro, informando corretamente os dados solicitados (lembre-se que deve ser do titular daquele telefone);
  • Solicite o bloqueio de ligações para aquele número de telefone;
  • Escolha quais empresas você deseja bloquear. 

O bloqueio começará a valer em até 30 dias após a sua solicitação. Depois desse prazo, você terá o tão sonhado sossego!

Anatel

É direito do consumidor bloquear as ligações de serviços de telemarketing. Porém, há casos em que mesmo após o cadastro no Não Me Perturbe, o indivíduo continua recebendo as chamadas.

Nestes casos, é possível abrir uma reclamação diretamente no site da Anatel. Para isso:

  • Entre em contato com a Anatel via telefone, site ou app;
  • Registre a sua reclamação com o máximo de detalhes possível;
  • Aguarde a resposta, que será dada em até 5 dias úteis.

Na maioria dos casos, a resolução dos problemas se dá com o Não Me Perturbe. Depois que tal serviço foi criado, diminuiu drasticamente o número de reclamações para a Anatel.

Mas, mesmo assim, você precisa saber que pode contar com o serviço caso o problema persista, afinal, é seu direito!

Procon

Como dito anteriormente, o Não Me Perturbe acaba por bloquear ligações principalmente de empresas de telecomunicação – como as operadoras de celular que insistem em lhe oferecer determinados planos.

Porém, caso haja outras empresas lhe perturbando, é possível recorrer ao Procon. A principal diferença é que este possui uma abrangência local, e então, a reclamação pode ser dirigida a determinados estabelecimentos, marcas ou empresas.

Como exemplo, podemos falar nas grandes franquias do Brasil que insistem em oferecer cursos de inglês ou de outros idiomas. E por mais que você bloqueie um telefone, em pouco tempo aparece uma chamada de outro discador!

Para registrar a sua reclamação, é preciso saber qual é o Procon do seu estado. Isso pode ser feito através de uma pesquisa simples na internet, onde você encontrará telefone e endereço!

Assim, basta escolher o meio desejado para reclamar, e em pouco tempo o seu problema tende a ser resolvido – pelo menos é o que nos contam os internautas. 

Reclame Aqui

O Reclame Aqui cresceu drasticamente nos últimos tempos, e trata-se de um site que possibilita ao consumidor registrar reclamações de qualquer ordem.

Inclusive, se você está recebendo inúmeras ligações por dia de uma determinada empresa, é possível deixar o seu registro por lá!

Porém, você deve voltar a sua reclamação diretamente a tal empreendimento, pois é ele quem irá responder a queixa.

Na maioria dos casos, tem-se um bom índice de resolução, e o consumidor volta a ter o tão sonhado sossego sem aquelas ligações constantes em seu celular.

Está sofrendo com isso, e não sabe mais o que fazer? Vale a pena tentar todas as alternativas que foram lhe dadas neste artigo, concorda?

Lembre-se que existe uma “ordem” recomendada para tal. Antes de tudo, tente pelo Não Me Perturbe. Se o problema persistir, vá para a Anatel, Procon ou mesmo Reclame Aqui.

E claro, depois de feito isso, relate a sua experiência aqui nos comentários, para que outros consumidores tenham conhecimento da sua história!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *